Um episódio de Natal em Montes Claros

Hoje estou em Montes Claros, minha terra natal, onde vim para os costumeiros festejos de fim de ano.

Quente!! Realmente quente!! 29° com sensação térmica de 32°, tempo nublado!

Durante um breve passeio pela região central da cidade, onde era a tônica da tensão do burburinho e do tumulto do vai de vem das pessoas, o trânsito estava realmente complicado, fazendo com que eu me deslocasse vagarosamente e com atenção redobrada, na tentativa de poder, sem muito sucesso, apreciar as decorações das lojas, sempre muito criativas.

Ao me aproximar de uma esquina, duas senhoras, aparentemente, e que muito aparentemente, eram irmãs, iniciaram a travessia da rua. Parei o carro e com um largo sorriso natalino, meneei com a cabeça assentindo e incentivando o progresso da caminhada.

A irmã, mais à frente, prontamente agradeceu, e, a seu modo, acelerou o passo, olhando para mim e se desmedindo em agradecimentos.

De repente, notou ela que eu estava a não mais a sorrir, mas a mostrar um riso solto enquanto olhava para sua companheira que permanecera ainda no início do percurso.

Olhou ela, então, sobre seus ombros e entendeu o motivo de tanto riso: sua companheira estava com o dedo em riste. Esta, ao perceber que sua companheira a olhava, abaixou o dedo e, agora, todos estavam rindo da situação.

Terminaram alegremente a travessia e acenaram com um Feliz Natal!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *